A vida é muito curta…

A vida é muito curta.

Esta é uma máxima e infelizmente, temos comprovado isto com tanta frequência, que não é necessário que a morte bata à nossa porta; ela esta com o mau costume de passar sempre por perto… Ultimamente.

A dor do que aconteceu ao time, elenco, jornalistas e todos que acompanhavam o Chapecoense rumo à luta por um título, foi lancinante; e não está restrita apenas a familiares.

A dor é tanta que pegou todo o mundo de jeito… Sem jeito… E ficamos todos assim, dilacerados.

Ficamos nos perguntando qual o propósito da vida… E que direito ela tem de levar as pessoas que amamos???

Esquecemos que a vida tem prazo de validade e achamos que temos o direito de cobrar dela o preço alto que pagamos por existir.

Viver custa caro… E cada um de nós querendo ou não, no final, terá que pagar a tal conta.

Se é justo…???

Não, não é.

Se a gente aceita…???

Não, não aceitamos. Não importa o que nos seja dito.

Morrer já é doloroso demais… Mas morrer assim…???

Morrer quando se está a caminho da conquista de um sonho tão lindo…???

Difícil… Complicado… De partir o coração… E sem explicação.

Não é preciso gostar de futebol ou torcer por um determinado time.

É preciso ser humano e perceber que havia muita vida a ser vivida ainda…

… Daqui em diante só restarão perguntas, lágrimas e dor.

O tal “era a hora deles” nunca fará parte do nosso vocabulário… Não havia como ser.

Não era apenas futebol… Nunca foi… Eram vidas e sempre serão.

… Vidas descontinuadas.

Que todo o sentimento e carinho demonstrados se transformem em amor e possa levar ao menos um cadinho de conforto a todos que estarão por muito tempo necessitados… Amargurados… Feridos.

… E que a vida um dia nos dê uma folga e passe novamente a fazer sentido!

Que os jogadores do Chapecoense e todos que estavam no voo e partiram, possam descansar em paz!

… E que sejam com afeto, aonde quer que seja.

Nossas condolências.

CintiaOlimpio

CintiaOlimpio

Eu sou uma misturinha de tudo...
Loucura, sensatez, bagunça e lucidez...
Tem um pouco de mim aqui... Outro tanto acolá e muito espalhado por aí.
Sou uma mistura de sol, vento, brisa e mar...
Vezes calmaria e outras ventania... Menina.
Apaixonada pelas palavras, pelos sorrisos alheios, por mãos e por costas... Por mentes brilhantes também.
Devoradora de livros e um tanto desequilibrada quando se trata de natureza, esportes radicais e liberdade.
Escolhi os números como profissão, mas tenho descoberto que posso ser bem mais do que isto... Posso me tornar o que eu quiser... E provavelmente, me tornarei um tanto de outras coisas!!!
CintiaOlimpio

Últimos posts por CintiaOlimpio (exibir todos)

Deixe uma resposta