Dignitas

Conheci a Dignitas através de um livro que li; e nunca havia imaginado a possibilidade de haver um lugar em que nossa única e última escolha fosse a morte.

A Dignitas é um grupo Suíço fundado em 1998 em Zurique, pelo advogado Ludwig A. Minelli, com a finalidade de “prestar o serviço de facilitar e assistir o suicídio de pacientes ditos terminais e que desejam tirar a própria vida”. Descreve-se como um grupo de ajuda a pessoas com doenças mentais e terminais severas.

O livro a que me referi no início se chama “Como eu era antes de você”, retrata a vida do personagem “Will” descrito como uma pessoa extremamente ativa, que sofre um grave acidente e após este acontecimento, se vê extremamente dependente de outras pessoas para fazer tudo o que fazia sozinho e se coloca e nos coloca em um impasse.

Começamos a nos dar conta de como certas situações são complicadas e para entender um pouquinho melhor como a Dignitas funciona, resolvi pesquisar mais sobre o assunto.

Em primeiro lugar, as pessoas procuram a Dignitas porque a prática é proibida em seus países de origem. Entretanto, é deixado claro que nunca há precipitação em um suicídio; a decisão deve e sempre será do paciente. E para isto, ele deve ter total discernimento sobre a escolha que pretende fazer. Além do fato de que para isto, haverá um custo.

As pessoas que normalmente procuram a Dignitas não dizem apenas que querem morrer; elas dizem que não querem mais viver essa vida.

São vidas que se modificaram em um estalo; muitas através de um simples tombo que causou problemas maiores, tornando complicado o simples ato de se engolir ou de se manter o equilíbrio. Em alguns casos, existe a possibilidade de cirurgia, mas não a certeza de que haverá sucesso ou não terão sequelas.

São pessoas que veem na clínica de suicídio assistido, uma saída para o fato de verem suas mãos perderem os movimentos por causa de doenças crônicas ou problemas físicos incuráveis. Enxergam na Dignitas o oferecimento de um ato nobre para quem estas a sofrer.

São pessoas que não conseguem mais escovar seus dentes por conta própria e em um piscar de olhos se encontram dependentes de outras pessoas para tudo. Pessoas que querem ter o direito de fazer suas próprias escolhas, mesmo entendendo que os que aqui ficarão, sofrerão logo que eles forem embora. Contudo, estas pessoas que não estão em seus lugares, precisam entender que isto é o melhor que esta pessoa fará por si e tentar se colocar em seu lugar.

Existem muitos questionamentos entre o governo e a clínica e suas ações; ainda assim, alguns procedimentos são exigidos de quem pretende tornar tal ato real.

É necessário que o paciente passe por duas ou mais avaliações médicas, dentro e/ou fora da clínica para verificar sua verdadeira situação através de exames e/ou laudos e diversas testemunhas que comprovem e assinem o interesse deste.

Caso o paciente não possa assinar o documento, será necessário que faça um pequeno vídeo aonde ele e estas testemunhas confirmem sua identidade, condição e desejo.

Serão feitas também diversas consultas ou reuniões ao longo do tempo entre a decisão até o fatídico dia; inclusive alguns minutos antes do paciente submeter-se ao ato em questão, para que se tenha certeza da decisão que estará tomando e fazendo assim, com que o seu desejo seja por fim seja atendido.

No final das contas, acho que toda decisão tem consequência; mas cada um é dono do seu próprio destino e a única pessoa capaz de decidir o que é melhor para si.

CintiaOlimpio

CintiaOlimpio

Eu sou uma misturinha de tudo...
Loucura, sensatez, bagunça e lucidez...
Tem um pouco de mim aqui... Outro tanto acolá e muito espalhado por aí.
Sou uma mistura de sol, vento, brisa e mar...
Vezes calmaria e outras ventania... Menina.
Apaixonada pelas palavras, pelos sorrisos alheios, por mãos e por costas... Por mentes brilhantes também.
Devoradora de livros e um tanto desequilibrada quando se trata de natureza, esportes radicais e liberdade.
Escolhi os números como profissão, mas tenho descoberto que posso ser bem mais do que isto... Posso me tornar o que eu quiser... E provavelmente, me tornarei um tanto de outras coisas!!!
CintiaOlimpio

Últimos posts por CintiaOlimpio (exibir todos)