Eu te darei o sol

Um dos melhores livros que já li…

E não poderia ser diferente… Eu… Que sempre fui a favor do amor em todas as suas formas… Sem exceção.

Sempre acreditei que as pessoas tivessem e tenham o direito de serem felizes com quem e como escolherem.

O ruim disto é que para algumas pessoas, a vida só é completa se existir alguém para completá-las; a pessoa parece não saber viver sem um outro… E se contenta ou se resume ao que tem ou lhe é oferecido; o que muitas vezes, é pouco e ruim.

Aí aí…

E aí vem a vida… Que é tão surpreendente, rica e linda; e infelizmente, parece que existem pessoas que só conseguem enxergar isto acompanhadas.

O que é uma pena!!!

Não, isto não está no livro, mas foi o que ele me transmitiu e fizeram com que estas palavras brotassem de algum lugar em mim.

O livro fala de um casal de irmãos gêmeos que, ao mesmo tempo em que se amam ao extremo, conseguem ter ciúmes da capacidade de cada um e por acreditarem que seu pai e mãe prefere um ao invés do outro e não necessariamente desta maneira, mas desta forma.

Em razão disto, um acaba interferindo na vida do outro, algumas vezes sem querer e outras intencionalmente.

Contudo, eles não percebem que cada ato leva a uma consequência e indiretamente, ainda que não queiram, eles e tudo o que os envolve estão interligados de maneira que ainda que desejassem ou quisessem, entrariam em rota de colisão.

Como dito pela Jude em uma parte do livro: “Estávamos todos nos aproximando em rota de colisão, de qualquer jeito. Talvez algumas pessoas simplesmente tenham sido feitas para estar na mesma história”.

Pois é… Eles estavam. Tinha que ser assim, deste jeito e desta maneira.

Ainda que houvesse a vontade, havia desesperança, havia medo, descrença, dúvida.

Algumas vidas tiveram que ser destruídas para que de alguma maneira, houvesse essa interconexão. Para que houvesse mudanças… Para que ocorresse o novo… Para que os medos fossem deixados de lado… Para que vidas fossem salvas e renascidas.

Parece até que o destino final era o coração.

Um livro encantador… Cheio de mistérios e surpresas… Atrativos!!!

E acho que não há mais nada que deva ou possa dizer…

Para quem resolver se aventurar… Boa leitura! 😉

CintiaOlimpio

CintiaOlimpio

Eu sou uma misturinha de tudo...
Loucura, sensatez, bagunça e lucidez...
Tem um pouco de mim aqui... Outro tanto acolá e muito espalhado por aí.
Sou uma mistura de sol, vento, brisa e mar...
Vezes calmaria e outras ventania... Menina.
Apaixonada pelas palavras, pelos sorrisos alheios, por mãos e por costas... Por mentes brilhantes também.
Devoradora de livros e um tanto desequilibrada quando se trata de natureza, esportes radicais e liberdade.
Escolhi os números como profissão, mas tenho descoberto que posso ser bem mais do que isto... Posso me tornar o que eu quiser... E provavelmente, me tornarei um tanto de outras coisas!!!
CintiaOlimpio

Últimos posts por CintiaOlimpio (exibir todos)

Deixe uma resposta