Não quero nada pela metade

Hoje acordei com a sensação de que não quero nada pela metade.

Se for para ser, que seja inteiro, intenso, verdadeiro.

Que faça sentido, seja surreal, inimaginável…

Que venha apressado e chegue devagar, sem pressa.

… Que me tome de assalto… Arrebate… Deixe marcas…

Marcas de saudade, marcas de vontade.

Que me surpreenda… Que me enlouqueça…

Que me faça querer mais… Mais vezes… Muitas vezes…

Que me traga e deixe com tesão, paixão… Determinação… Por que não?!

Que seja diferente… Seja único, seja belo… Seja bobo… Avassalador.

Que seja frívolo… Contínuo… Irrecusável… Interminável… Imensurável…

Que me tire o ar… Tire-me do chão… E jamais me deixe só.

Que me deixe livre… Que me torne leve… E me deixe solta…

Solta para ir… Voltar… Ficar…

Que me faça mudar de ideias quantas vezes forem necessárias… Mas que não me permita recusar um convite seu…

Que me propicie novos sabores, lugares e amores…

Que me deixe sem ação… Sem motivos… Sem saudades… Somente com desejos e necessidades.

… E que me complete por inteiro… Ainda que brevemente!!!!

CintiaOlimpio

CintiaOlimpio

Eu sou uma misturinha de tudo...
Loucura, sensatez, bagunça e lucidez...
Tem um pouco de mim aqui... Outro tanto acolá e muito espalhado por aí.
Sou uma mistura de sol, vento, brisa e mar...
Vezes calmaria e outras ventania... Menina.
Apaixonada pelas palavras, pelos sorrisos alheios, por mãos e por costas... Por mentes brilhantes também.
Devoradora de livros e um tanto desequilibrada quando se trata de natureza, esportes radicais e liberdade.
Escolhi os números como profissão, mas tenho descoberto que posso ser bem mais do que isto... Posso me tornar o que eu quiser... E provavelmente, me tornarei um tanto de outras coisas!!!
CintiaOlimpio

Últimos posts por CintiaOlimpio (exibir todos)

Deixe uma resposta